Há doenças que caminham na escuridão; e há os anjos exterminadores, que voam envoltos nas cortinas de imaterialidade e uma natureza reservada; a quem não podemos ver, mas cuja força sentimos, e afundamos sob suas espadas.
Jeremy Taylor, ¨Sermão de um funeral¨.